RAPIDINHAS

É São João em São Paulo

Maria do Carmo/ Folhapress

Junho chegou à capital. E com ele chega o ciclo de festas de rua. Muito se fala que a cidade de São Paulo esta perdendo suas tradições, que a metrópole de cimento é cinza e amarga e que não valoriza o passado.

Mas um sopro de ar gelado corre em junho e é com ele as Quermesses se acendem já que quase toda paróquia escola e clube festeja suas tradicionais festas juninas. É só olhar um pouquinho pra fora da janela do ônibus ou do carro para ver as bandeirinhas ou as placas anunciando os festejos. Algumas mais incrementadas e bem organizadas quase turísticas outras mais simples e modestas, mas para todos os gostos e bolsos.

decoracao festa junina detalhes 02 500x300 - É São João em São Paulo
capuche.com.br/blog/2013/06/decoracaoarraia/
decoracao festa junina detalhes 01 500x300 - É São João em São Paulo
capuche.com.br/blog/2013/06/decoracaoarraia/

Bem variadas e democráticas correm em alegrar as noites de junho, embora muitos nem saibam ao certo o motivo dos festejos, mas a verdade é que a cidade fica mais alegre e apetitosa. As festas juninas trazem diversos significados e todos tentam puxar a sardinha para seu lado, mas seja qual for à raiz da festa o motivo atual nos traz união e alegria fartura e boa mesa, no melhor do confort food ou cozinha que conforta.

Difícil encontrar quem nunca comeu Milho assado, Couscous Paulista, um Bolo de Fubá, Pinhão cozido, Paçoca, Doce de Batata doce e de Abóbora e se for cristalizado, hummm. O Buraco quente já ganha versões gourmet. O Vinho Quente reina soberano ao lado do Quentão, se arrisque com uma Maçã do Amor ou corra para a barraca do Beijo, tire sua camisa xadrez do armário ou uma boa saia rodada um chapéu de palha caia na quadrilha. Dançar vai ajudar a queimar as calorias da noite por que a fogueira só pode ser ecológica.

 

Sabe fazer quentão aqui vai uma receita para alegrar o dia.

 

1 garrafa de cachaça (600 ml)

600 ml de água

1/2 kg de açúcar

Casca de 2 laranjas

Casca de 1 limão

50 g de gengibre em pedacinhos

Cravo-da-índia a gosto

Canela de pau a gosto

Coloque em uma panela grande o açúcar, as cascas de laranja o limão o gengibre, o cravo e a canela

Quando o açúcar estiver caramelizado colocar a cachaça e a água, deixando ferver por uns 10 minutos em fogo médio

Coe e, mantenha no fogo baixo, após o preparo.

 

Foto em destaque: Maria do Carmo/ Folhapress

Compartilhe!
Fabrizio Naturalli
Formado em panificação e confeitaria, trabalhei como confeiteiro em navios de cruzeiro por 4 anos. Conheci o mundo e vi que o mundo está em São Paulo. Voltei a capital, fiz uma pós em gestão de de negócios da gastronomia e atualmente concluo a pós em gestão de pessoas. Sou apaixonado pela cidade e tudo o que ela oferece.Fabrizio também é dono da página Gastronomia do seu jeito.

Deixe uma resposta