DICAS

Visite o Instituto Butantan

Instituto foi fundado em 1901 como Instituto Serunterápico do Estado de São Paulo e é um importante ponto turístico da capital com atividades para pessoas de todas as idades. É considerado um dos maiores centros de pesquisa biomédica do mundo produzindo mais de 80% do total de soros e vacinas consumidos no Brasil.
biologico - Visite o Instituto Butantan
Foto: André Bonacin
museu biologico 2 - Visite o Instituto Butantan
Cascavel – Foto via viagensporai.com.br

Sua história teve início em 1899, quando o governo de São Paulo adquiriu a fazenda Butantan para construir um laboratório de produção de soro, devido a um surto de peste bubônica. Quando o local se estabeleceu como instituição, seu primeiro diretor, Vital Brazil, passou a, além de manter a produção de soros e vacinas, desenvolver pesquisas. A partir daí, o Instituto tornou-se internacionalmente reconhecido.

escola britannica com br 1 - Visite o Instituto Butantan
Foto do site www.escolabritannica.com.br

O Butantan conta com quatro museus com visitas monitoradas: 

Museu Biológico – funciona desde 1966 como uma das principais atrações do Instituto, tem uma exposição com cerca de 90 animais vivos como : aranhas, escorpiões, diversas espécies de serpentes (venenosas e não-venenosas), lagartos e anfíbios, em ambientes que recriam seu habitat natural. Há ainda uma estação multimídia para consulta sobre as serpentes brasileiras.

hpim3758 - Visite o Instituto Butantan
Museu de Microbiologia – Foto via viagensporai.com.br

Museu de Microbiologia foi inaugurado em 2002 com o objetivo de ensinar sobre a ciência dos microorganismos, possui um auditório onde acontecem palestras e filmes, uma exposição interativa de longa duração, onde é possível ver, através de microscópios, alguns organismos vivos, além de apresentar modelos de bactérias e vírus e um moderno laboratório, equipado com aparelhos que permitem ao visitante fazer experiências científicas e estudar fungos, bactérias e o DNA.

Museu da saúde pública “Emílio Ribas”, no Butantan desde 2010 e lar de um dos mais importantes acervos documentais da saúde do Brasil, proporciona ao público contato com documentos de texto e audiovisuais e objetos importantes referentes à história da saúde.

Museu Histórico –  Visa à pesquisa, preservação e divulgação da história da ciência e da saúde dentro do Instituto. Instalado em uma antiga cocheira, desde 1981, apresenta uma exposição de objetos dos laboratórios de pesquisa e conta com atividades educativas.

O Instituto possui uma biblioteca com um acervo de mais de 10 mil livros, entre teses, dissertações e obras raras, principalmente sobre saúde, bioquímica e microbiologia e abriga o Hospital Vital Brasil, que atende 24h por dia e oferece tratamento gratuito para pessoas picadas por animais peçonhentos (especialidade do local).

Além destes, há o Serpentário, o atrativo mais procurado e adorado principalmente pelas crianças , é um local de manutenção dos animais e é aberto à visitação, e tem uma atividade chamada  “Mão na Cobra só no Butantan”, onde pesquisadores levam algumas serpentes para serem manipuladas pelo público e ensinam algumas noções básicas de primeiros socorros.

Serviço:

Instituto Butantan
End.: Av. Vital Brasil, 1500 – Butantã – zona Oeste – São Paulo.
Horário de funcionamento: de terça a domingo, das 9h às 16h30.
Preço: R$ 6 (R$ 2,50 para crianças e estudantes).
Tel.: (11) 2627-9300.
www.butantan.gov.br

Mão na Cobra só no Butantan
Horário: todas as quintas, das 14h30 às 15h30 (exceto feriados e dias de chuva).
Local: Instituto Butantan (em frente ao Serpentário).
End.: Av. Vital Brasil, 1500 – Butantã – zona Oeste – São Paulo.
Grátis.
Tel.: (11) 2627-9300.
www.butantan.gov.br/home/serpentario

Compartilhe!
Sheilla Leal
the authorSheilla Leal
Natural do Estado do Rio de Janeiro, formada em Direito, que ama viajar, conhecer novos lugares e pessoas. Apaixonada por filmes e séries, com uma grande admiração pelo universo geek. Adora animais e principalmente os felinos. Conheceu São Paulo há 10 anos atrás e gostou muito daqui. Hoje mora no ABCD paulista em Diadema. É Paulista de coração e visita a capital paulistana com frequência, pois ama a terra da garoa.

2 Comentários

Deixe uma resposta