RAPIDINHAS

A moda invade o Masp

O Masp estreia na próxima sexta-feira, 23 de outubro, a exposição “Arte na moda: Coleção Masp Rhodia”, em que apresenta, até 14 de fevereiro de 2016, o conjunto completo da coleção composta por 78 peças produzidas nos anos 1960. O acervo mostra parte importante da história da moda e da arte brasileira, uma vez que as peças têm estampas criadas por artistas como Carybé e Alfredo Volpi.

Uma oportunidade imperdível e rara, afinal não temos muitas exposição dedicadas à moda nacional por aqui… A coleção foi doada ao museu em 1972 pela empresa química francesa Rhodia, que lançava seus fios sintéticos no Brasil, e utilizava desfiles e coleções de moda como forma de divulgação de seus produtos.

Hércules Barsotti Vestido de noite 500x750 - A moda invade o Masp
Foto: Estampa de Hércules Barsotti em vestido de noite – Divulgação

A estratégia de mostrar os tecidos em eventos foi concebida por Lívio Rangan, então gerente publicitário da Rhodia, responsável por coordenar a criação das coleções e organizar os desfiles. Estes se aproximavam mais de um espetáculo que de uma divulgação comercial, reunindo profissionais do teatro, dança, música e das artes para sua realização. Vestidos eram criados para luzir os tecidos e artistas plásticos eram convidados para fazer suas estampas. Nomes como Willys de Castro, Carybé, Ivan Serpa, Nelson Leirner, Manabu Mabe, Alfredo Volpi, Antonio Maluf, entre outros.

Para Patrícia Carta, diretora da Carta Editorial e uma das curadoras do evento, o acervo único reúne a riqueza de um momento histórico marcado pela ascensão do prêt-à-porter e pela crescente industrialização do país. “A importância desta exposição, além de trazer a estética e a plasticidade da época, é aproximar a arte de outras áreas, como moda e design, e é um bom exemplo de dessacralização do espaço museológico”, comentou a curadora adjunta.

Francisco Brennand Vestido longo de verão1 300x450 - A moda invade o Masp
Foto: Estampa de Francisco Brennand em vestido longo de verão – Divulgação

Além da exposição, a partir de 21 de outubro, o museu oferece o curso Arte, Moda e Museu, ministrado por Lorenzo Merlino, titular de estilo da FAAP e figurinista-residente do Municipal, que se propõe a localizar e relacionar características cruciais da história da moda. Serão oito aulas que abordarão o estilo desde a pré-história e as primeiras vestimentas, passando pela diferenciação por gênero da Idade Média, e chegando ao contexto recente da globalização expressa pelo Ready-to-Wear e o Fast Fashion.

Nelson Leirner Vestido de noite 500x749 - A moda invade o Masp
Nelson Leirner, Vestido de noite – Divulgação

SERVIÇO EXPOSIÇÃO
Arte na moda: Coleção MASP Rhodia
Data: 23 de outubro de 2015 a 14 de fevereiro de 2016
Local: 2º subsolo
Endereço: Avenida Paulista, 1578, São Paulo, SP
Horários: terça a domingo: das 10h às 18h (bilheteria aberta até as 17h30); quinta-feira: das 10h às 20h (bilheteria até 19h30)
Telefone: (11) 3149-5959
Ingressos: R$ 25,00 (entrada); R$ 12,00 (meia-entrada)
O MASP tem entrada gratuita às terças-feiras, durante o dia todo, e às quintas-feiras, a partir das 17h.
O ingresso dá direito a visitar todas as exposições em cartaz no dia da visita.
Estudantes, professores e maiores de 60 anos pagam R$ 12,00 (meia-entrada).
Menores de 10 anos de idade não pagam ingresso.
O MASP aceita todos os cartões de crédito.
Acessível a deficientes, ar condicionado, classificação livre.

SERVIÇO CURSO
Arte, Moda e Museu
Quarta-feira das 19h30 às 21h30
Investimento: 540,00
Duração do módulo: 8 aulas (16 horas/aula)
Início das aulas: 21/10/2015
Término das aulas: 09/12/2015
www.masp.org.br

Compartilhe!
Camila Rocha
the authorCamila Rocha
Jornalista que já se enveredou por diversas áreas na comunicação, hoje também é consultora de estilo. Adora a vida urbana e multifacetada de São Paulo e tenta cada vez mais conhecer os diferentes aspectos da vida na capital. Estar atenta e aberta a tudo o que acontece no fervilhante cenário cultural da cidade é essencial para seu trabalho, assim como fundamental para seu desenvolvimento pessoal. Compartilhar tudo o que de interessante encontrar é apenas uma consequência. E dona do blog Ninguém Perguntou

6 Comentários

Deixe uma resposta