RAPIDINHAS

Os jantares secretos que estão conquistando SP

Foto: Fabrizio Naturalli

A mesa foi arrumada com cuidado de detalhes, toalha passada guardanapos de tecido, copos lavados, talheres brilhando, comida quentinha e vinho gelado, som ambiente, algumas velas pela casa e almofadas no sofá, a campainha toca, o primeiro convidado chega e um detalhe: eu nunca o vi na vida. O que parece ser uma festa de amigos no sábado a noite é na verdade um encontro de desconhecidos em torno da boa mesa. Mas como assim? Sim é uma tendência que nasceu há certo tempo e chegou a São Paulo com força total.

jantar 01 débora fortes - Os jantares secretos que estão conquistando SP
Foto:Débora Fortes

Hoje jantar fora não se resume apenas a ir a restaurantes ou à casa de amigos. Muitos chefes, cozinheiros ou curiosos de plantão que gostam de cozinhar estão investindo tempo e dinheiro nos jantares secretos. Mas como funciona? Simples! Você que cozinha, gosta de receber pessoas e ainda quer receber por isso, então encontrou a chave do sucesso. No Brasil, alguns sites já fazem essa ponte entre quem cozinha e quem tem fome, e pode ser qualquer coisa, desde miojo com salsicha até Bacalhau e Champanhe.

IMG 20150719 134845 - Os jantares secretos que estão conquistando SP
Foto: Fabrizio Naturalli

O primeiro passo é criar um cardápio. Cada site tem um perfil, desde refeições mais simples com comida caseira, do tipo “vem em casa e vamos comer vendo televisão”, até aqueles que tem apenas chefes profissionais com cardápios dignos de restaurantes estrelados.

O conceito é do lucro justo, onde todos saem satisfeitos. O anfitrião, como é chamado, tem sua liberdade criativa e faz seus melhores pratos, precificando de acordo com o que é servido. O cliente tem uma experiência, conhece novas pessoas e compartilha a mesa degustando pratos incríveis sem pressa. Geralmente esses eventos duram de 2 a 3 horas, e você não precisa sair correndo para liberar a mesa para outras pessoas.

les amis - Os jantares secretos que estão conquistando SP
Foto: Divulgação Demian Figueiredo

Os sites ou plataformas de conexão fazem a parte burocrática, os anúncios geralmente são gratuitos e cada anfitrião repassa uma porcentagem que varia de 10 a 20% do valor do cardápio. Por sua vez, o site recebe o valor do cliente ou hóspede via internet ou cartão de crédito e repassa o valor ao anfitrião. Cabe ao site verificar a veracidade do que o anfitrião promete, e também expor as regras aos hóspedes, desde reserva às condições de pagamento e cancelamentos, que podem variar de acordo com cada site e cada anfitrião. Não há limites para os eventos: podem ser todos os dias, uma vez por semana ou ao ano, quem decide é o anfitrião e assim as relações vão sendo estabelecidas. A ideia é que o hóspede traga futuramente seus amigos e assim nasça um círculo de amizade e de compartilhamento de experiências novas para todos.

Já deu uma festa ou recebeu em casa e alguém trouxe um amigo (a) ou namorado (a) sem te avisar? Com certeza você ficou sem graça, mas no final a noite foi uma delicia e aquele ilustre desconhecido se revelou uma excelente companhia.

Não é para todos, quem recebe tem que gostar de receber, e quem vai conhecer tem que estar aberto a novas experiências, mas pelo número crescente de pessoas participando, parece mesmo é que tem muita gente curiosa em São Paulo.

Abaixo alguns sites que prestam esse tipo de serviço:

Dinneer

Home Bistro

Eath With

Grub Club

Meal Sharing

Welcomechef

Feastly

Foodpass

Les Amis

Compartilhe!
Fabrizio Naturalli
Formado em panificação e confeitaria, trabalhei como confeiteiro em navios de cruzeiro por 4 anos. Conheci o mundo e vi que o mundo está em São Paulo. Voltei a capital, fiz uma pós em gestão de de negócios da gastronomia e atualmente concluo a pós em gestão de pessoas. Sou apaixonado pela cidade e tudo o que ela oferece.Fabrizio também é dono da página Gastronomia do seu jeito.

23 Comentários

Deixe uma resposta