DICASSP ANTIGO & MODERNO

Série Avenida Paulista: Belvedere ao MASP – exposição fotográfica virtual.

Nesta semana, na Série Avenida Paulista, apresentaremos dois ícones paulistanos: o Belvedere do Trianon e o MASP – Museu de Arte de São Paulo.  Por se tratar de dois lugares públicos e de extensa história optamos por mostrar um breve texto de apresentação de cada um, que já foram publicados, e uma exposição fotográfica virtual com várias imagens da história de cada um dos lugares para que “passeiem por lá ao longo do tempo”. Divirtam-se!

O jornal O Estado de São Paulo divulgou em sua coluna “Era uma vez em SP…”a história do Belvedere que compartilhamos aqui:

O charmoso mirante, com salões e restaurante, existiu por 37 anos no local onde hoje é o MASP. O Belvedere Trianon era um mirante, com terraços panorâmicos que proporcionavam a vista para todo o vale, para a avenida e para os jardins do Parque Trianon. O local também era conhecido como Miradouro da Avenida ou apenas o Belvedere da Avenida (…). O escritório de arquitetura de Ramos de Azevedo, um dos mais conceituados na época, assinava a obra.

Além dos terraços, também faziam parte do belvedere salões para festas e convenções com serviços de restaurante e confeitaria. A inauguração foi realizada com pompa em 12 de junho de 1916. Na festa, “o sr. dr. Washington Luís, prefeito da cidade, recebeu os convidados, à entrada do Miradouro”, no luxuoso restaurante e nos salões (…).

Em pouco tempo, o espaço tornou-se um local de encontro da alta sociedade paulistana, algo como um clube. (…). Festas, concertos, bailes, “soirées”, reuniões e um “fino serviço de chá”, o “five o’clock tea”, estavam entre as constantes ofertas de lazer do espaço.

Depois da crise do café, no final da década de 1920 (…) o espaço deixou de ser restrito à elite e se tornou um ponto turístico. No lugar do requintado restaurante e dos salões, que foram fechados, um bar, que servia sorvetes e refrigerantes, passou a atender o novo público do mirante. Uma academia de dança passou a ocupar os salões inferiores. Madame Poças Leitão, (…), era a responsável por ensinar a arte do fox trote e do chá-chá-chá aos rapazes e moças.

Belvedere001 500x261 - Série Avenida Paulista: Belvedere ao MASP - exposição fotográfica virtual.

O Belvedere Trianon pode ser visto ao alto. Abaixo ficava o terreno que mais tarde deu lugar à Avenida Nove de Julho 500x362 - Série Avenida Paulista: Belvedere ao MASP - exposição fotográfica virtual.
O Belvedere Trianon pode ser visto ao alto. Abaixo ficava o terreno que mais tarde deu lugar à Avenida Nove de Julho. Acervo: Estadão
Avenida Paulista Belvedere do Trianon déc. 1910 05 500x317 - Série Avenida Paulista: Belvedere ao MASP - exposição fotográfica virtual.
Belvedere do Trianon entre 1910 e 1915
Belvedere1 1 500x280 - Série Avenida Paulista: Belvedere ao MASP - exposição fotográfica virtual.
Acervo: Estadão
hb 1925 9 julho 500x322 - Série Avenida Paulista: Belvedere ao MASP - exposição fotográfica virtual.
Belvedere – julho 1925
Belvedere Trianon na década de 1920 500x348 - Série Avenida Paulista: Belvedere ao MASP - exposição fotográfica virtual.
Belvedere Trianon na década de 1920. Acervo: Estadão.
Avenida Paulista Belvedere do Trianon 1934 500x363 - Série Avenida Paulista: Belvedere ao MASP - exposição fotográfica virtual.
Belvedere 1934

Belverdere trianon 500x327 - Série Avenida Paulista: Belvedere ao MASP - exposição fotográfica virtual.

Belvedere Trianon 500x320 - Série Avenida Paulista: Belvedere ao MASP - exposição fotográfica virtual.

Avenida Paulista Belvedere do Trianon déc. 1920 10 500x275 - Série Avenida Paulista: Belvedere ao MASP - exposição fotográfica virtual.
Belvedere do Trianon década 1920

Trianon e Belvedere  500x311 - Série Avenida Paulista: Belvedere ao MASP - exposição fotográfica virtual.

Avenida Paulista Belvedere do Trianon 1951 13 - Série Avenida Paulista: Belvedere ao MASP - exposição fotográfica virtual.
Acervo: Estadão

Belvedere Trianon onde hoje existe o Masp1 500x351 - Série Avenida Paulista: Belvedere ao MASP - exposição fotográfica virtual.

Belvedere do Trianon 1926 500x666 - Série Avenida Paulista: Belvedere ao MASP - exposição fotográfica virtual.
Belvedere do Trianon-1926

Avenida Paulista Belvedere do Trianon déc. 1920 12 500x304 - Série Avenida Paulista: Belvedere ao MASP - exposição fotográfica virtual.

Avenida Paulista Belvedere do Trianon sd 02 500x335 - Série Avenida Paulista: Belvedere ao MASP - exposição fotográfica virtual.

Avenida Paulista Belvedere do Trianon 1951 08 500x320 - Série Avenida Paulista: Belvedere ao MASP - exposição fotográfica virtual.

belvedere homem 500x303 - Série Avenida Paulista: Belvedere ao MASP - exposição fotográfica virtual.

1943 Belvedere Trianon Thomaz Farkas IMS 500x763 - Série Avenida Paulista: Belvedere ao MASP - exposição fotográfica virtual.
Belvedere Trianon – 1943 – Foto: Thomaz Farkas-IMS
Imagem do observatório fotografado do Belvedere Trianon. Rotogravura de 1928 . Acervo Estadão 1 - Série Avenida Paulista: Belvedere ao MASP - exposição fotográfica virtual.
Belvedere Trianon -Rotogravura-de-1928 – Ao fundo Observatório de São Paulo – Acervo-Estadão

Avenida Paulista Belvedere do Trianon déc. 1920 11 500x307 - Série Avenida Paulista: Belvedere ao MASP - exposição fotográfica virtual.

Belvedere Trianon mostrando ao fundo o Observatório 500x315 - Série Avenida Paulista: Belvedere ao MASP - exposição fotográfica virtual.

Avenida Paulista Belvedere do Trianon 1914 500x296 - Série Avenida Paulista: Belvedere ao MASP - exposição fotográfica virtual.

Belvedere do Trianon déc. 1920 1 500x361 - Série Avenida Paulista: Belvedere ao MASP - exposição fotográfica virtual.

Avenida Paulista Belvedere do Trianon 1951 15 500x316 - Série Avenida Paulista: Belvedere ao MASP - exposição fotográfica virtual.

Avenida Paulista Belvedere do Trianon 1916 01 500x333 - Série Avenida Paulista: Belvedere ao MASP - exposição fotográfica virtual.
Salões Belvedere do Trianon 1916

salão Belvedere do Trianon  500x325 - Série Avenida Paulista: Belvedere ao MASP - exposição fotográfica virtual.

Trianon interno 03 500x324 - Série Avenida Paulista: Belvedere ao MASP - exposição fotográfica virtual.

Trianon interno 02 500x311 - Série Avenida Paulista: Belvedere ao MASP - exposição fotográfica virtual.

Trianon 15 Abr 1921 500x310 - Série Avenida Paulista: Belvedere ao MASP - exposição fotográfica virtual.

Avenida Paulista Belvedere do Trianon 1951 11 - Série Avenida Paulista: Belvedere ao MASP - exposição fotográfica virtual.
Demolição do Belvedere do Trianon em 1947

Avenida Paulista Belvedere do Trianon 1951 10 - Série Avenida Paulista: Belvedere ao MASP - exposição fotográfica virtual.

Avenida Paulista Belvedere do Trianon 1951 16 - Série Avenida Paulista: Belvedere ao MASP - exposição fotográfica virtual.

Avenida Paulista demolição Belvedere Trianon construído em 1916 500x452 - Série Avenida Paulista: Belvedere ao MASP - exposição fotográfica virtual.

Para que “vivam” um passeio naquela época vejam o vídeo do Janela da História que construiu em computação gráfica um passeio pela quadra do Belvedere.

Em 1953 o belvedere chegou ao fim. Foi demolido para ceder espaço à 1ª Bienal de Arte Moderna da cidade. Após o sucesso do evento, a prefeitura doou o terreno para construção do Museu de Arte de São Paulo, inaugurado em 1968.

Concebida no âmbito do MAM/SP, a primeira Bienal foi inaugurada em 20 de outubro na esplanada do Trianon. O espaço, projetado pelos arquitetos Luís Saia e Eduardo Kneese de Mello, deu lugar a 1.800 obras de 23 países, além da representação nacional. A primeira edição ocorreu devido aos esforços do empresário e mecenas Francisco Matarazzo Sobrinho e de sua esposa Yolanda Penteado.

Avenida Paulista Belvedere do Trianon 1ª Bienal Internacional 1951 01 500x339 - Série Avenida Paulista: Belvedere ao MASP - exposição fotográfica virtual.
Construção do Pavilhão da Primeira Bienal de São Paulo em 1951
pavilhao da primeira bienal2 500x263 - Série Avenida Paulista: Belvedere ao MASP - exposição fotográfica virtual.
Pavilhão da Primeira Bienal de São Paulo em 1951
montagem primeira Bienal 1951 Foto Peter Scheier 500x694 - Série Avenida Paulista: Belvedere ao MASP - exposição fotográfica virtual.
Montagem da primeira Bienal em 1951 – Foto: Peter Scheier
Antonio Maluf Cartaz para a I Bienal de São Paulo em 1951 500x669 - Série Avenida Paulista: Belvedere ao MASP - exposição fotográfica virtual.
Cartaz de Antonio Maluf para a Primeira Bienal de São Paulo

O site do MASP, no menu sobre sua história, publicou esse trecho que disponibilizamos aqui:

O MASP é considerado o mais importante museu de arte ocidental do Hemisfério Sul. Seu acervo possui atualmente cerca de 8 mil obras, dentre as quais destacam-se as pinturas ocidentais, principalmente italianas e francesas.

O edifício sede do museu é o ícone da cidade de São Paulo, com 11.000 metros quadrados divididos em 5 pavimentos e com vão livre de 74 metros. Em 1982 foi tombado pelo CONDEPHAAT – Conselho de Defesa do Patrimônio Histórico, Arqueológico, Artístico e Turístico do Estado e em 2003 pelo IPHAN – Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional.

Fundado em 1947, o MASP foi idealizado por Assis Chateaubriand, empresário e jornalista, e Pietro Maria Bardi, jornalista e crítico de arte italiano. (…) Uma nova sede, na próspera Avenida Paulista, foi projetada por Lina Bo Bardi. Foram 12 anos entre projeto e execução. ….Assim nasceram as quatro colunas do atual museu com um vão livre de 74 metros, assim nasceu um dos cartões postais da cidade de São Paulo, que foi inaugurado em 1968. (…)

A inauguração do novo prédio contou com a presença da Rainha Elizabeth II da Inglaterra, além das maiores autoridades brasileiras da época e uma grande participação popular em frente ao edifício.

Como o prédio foi projetado suspenso pelas quatro colunas e a vista da Paulista para o centro da cidade fosse preservada, foi concebida uma esplanada abaixo do edifício. Conhecida hoje como “vão livre”, havia sido idealizada por Lina como uma grande praça para crianças, famílias, com brinquedos e muitas plantas. As colunas do edifício foram pintadas de vermelho somente em 1990 na ocasião dos 40 anos do museu, (…) obedecendo o projeto original de Lina Bo Bardi.

1520631 489088357863870 517715093 n - Série Avenida Paulista: Belvedere ao MASP - exposição fotográfica virtual.

1922011 489257054513667 924201097 n 500x375 - Série Avenida Paulista: Belvedere ao MASP - exposição fotográfica virtual.

1743571 489088467863859 1176647152 n 500x329 - Série Avenida Paulista: Belvedere ao MASP - exposição fotográfica virtual.

1625459 489088361197203 1645054819 n 500x330 - Série Avenida Paulista: Belvedere ao MASP - exposição fotográfica virtual.

Avenida Paulista MASP déc. 1950 04 500x668 - Série Avenida Paulista: Belvedere ao MASP - exposição fotográfica virtual.
Foto: Acervo Instituto P.M. e Lina Bo Bardi

1438215388814 500x336 - Série Avenida Paulista: Belvedere ao MASP - exposição fotográfica virtual.

Avenida Paulista MASP déc. 1950 03 500x307 - Série Avenida Paulista: Belvedere ao MASP - exposição fotográfica virtual.
Foto: Hans Günter Flieg

Avenida Paulista MASP 1959 - Série Avenida Paulista: Belvedere ao MASP - exposição fotográfica virtual.

Avenida Paulista MASP déc. 1950 01 500x324 - Série Avenida Paulista: Belvedere ao MASP - exposição fotográfica virtual.
Foto: Luis Hossaka
fb82 arq084 02 05 - Série Avenida Paulista: Belvedere ao MASP - exposição fotográfica virtual.
Colocação dos vidros na fachada do MASP. Acervo Instituto P.M. e Lina Bo Bardi].
lina na construção - Série Avenida Paulista: Belvedere ao MASP - exposição fotográfica virtual.
Lina Bo Bardi na construção do MASP
fb82 arq084 02 04 - Série Avenida Paulista: Belvedere ao MASP - exposição fotográfica virtual.
Masp em construção. Lina Bo Bardi ao lado da pintura “O escolar”, de Van Gogh. Foto: Lew Parrela
ainha Elizabeth II da Inglaterra desfilando em carro aberto pela Avenida Paulista em 8 novembro de 1968 data da inauguração da nova sede do Masp juntamente com o marido Príncipe Philip 500x318 - Série Avenida Paulista: Belvedere ao MASP - exposição fotográfica virtual.
A Rainha Elizabeth II da Inglaterra desfilando em carro aberto pela Avenida Paulista em 8 novembro de 1968, data da inauguração da nova sede do Masp juntamente com o marido Príncipe Philip.

Avenida Paulista MASP 500x505 - Série Avenida Paulista: Belvedere ao MASP - exposição fotográfica virtual.

arq 856 500x360 - Série Avenida Paulista: Belvedere ao MASP - exposição fotográfica virtual.

sao paulo sp brasil 00 00 1968 masp museu de arte de sao paulo em sao paulo 500x500 - Série Avenida Paulista: Belvedere ao MASP - exposição fotográfica virtual.
MASP em 1968
Avenida Paulista MASP sd 500x428 - Série Avenida Paulista: Belvedere ao MASP - exposição fotográfica virtual.
Espelhos d’água em frente ao MASP – Museu de Arte de São Paulo
Estadão Espelhos dágua em frente ao Museu de Arte de São Paulo Masp ainda intactos em 1970 2 500x392 - Série Avenida Paulista: Belvedere ao MASP - exposição fotográfica virtual.
Espelhos d’água em frente ao MASP intactos em 1970. Acervo: Estadão. Foto: Hans Günter Flieg
Estadão Espelhos dágua em frente ao Museu de Arte de São Paulo Masp ainda intactos em 1970. 2 500x286 - Série Avenida Paulista: Belvedere ao MASP - exposição fotográfica virtual.
Acervo: Estadão. Foto: Hans Günter Flieg
Espelhos dágua em frente ao Museu de Arte de São Paulo 500x368 - Série Avenida Paulista: Belvedere ao MASP - exposição fotográfica virtual.
Espelhos d’água vazios. Acervo: Estadão
Estadão O espelho dágua foi retirado em 1973 por causa do encurtamento das calçadas previsto no projeto Nova Paulista 500x327 - Série Avenida Paulista: Belvedere ao MASP - exposição fotográfica virtual.
O espelho d’água foi retirado em 1973 por causa do encurtamento das calçadas previsto no projeto ‘Nova Paulista’. Acervo: Estadão
Revitalização MASP Luiz Sadaki Hossaka 3 500x375 - Série Avenida Paulista: Belvedere ao MASP - exposição fotográfica virtual.
Revitalização MASP. Foto:Luiz-Sadaki Hossaka
masp Aristóteles Alves Ferreirac b 500x334 - Série Avenida Paulista: Belvedere ao MASP - exposição fotográfica virtual.
Foto: Aristóteles Alves Ferreira
Intervenção da artista Regina Silveira nas janelas do Masp. Silveira revestiu as 202 janelas do edifício com imagens de um céu com nuvens simulando um bordado 500x130 - Série Avenida Paulista: Belvedere ao MASP - exposição fotográfica virtual.
Intervenção da artista Regina Silveira nas janelas do Masp. Silveira revestiu as 202 janelas do edifício com imagens de um céu com nuvens, simulando um bordado em 2010.
maxresdefault 500x281 - Série Avenida Paulista: Belvedere ao MASP - exposição fotográfica virtual.
Colunas vermelhas pintadas em 2011 pela Suvinil Tintas

Suvinil inicia revitalização do Masp 500x283 - Série Avenida Paulista: Belvedere ao MASP - exposição fotográfica virtual.

Paulista113 500x375 - Série Avenida Paulista: Belvedere ao MASP - exposição fotográfica virtual.

Para encerrar um belo filme do prédio do Masp, intitulado MASP – Lina Bo Bardi Architecture – de Paulo Takimoto

Conheça mais sobre a Série Avenida Paulista aqui.
Compartilhe!
Luciana Cotrim
the authorLuciana Cotrim
Paulistana até a alma, nasceu no Hospital Matarazzo, no coração de São Paulo. Passou parte da vida entre as festas da igreja Nossa Senhora Achiropita, os desfiles da Escola de Samba Vai-Vai e as baladas da 13 de maio no bairro da Bela Vista, para os mais íntimos, o Bixiga. Estudou no Sumaré, trabalhou na Berrini e hoje mora em Moema. Gosta de explorar a história e atualidades de São Paulo e escreveu um livro chamado “Ponte Estaiada – construção de sentidos para São Paulo” resultado de seu mestrado em Comunicação e Semiótica na PUC. É consultora em planejamento de comunicação e professora de pós-graduação no Senac.

24 Comentários

  • Na Série Avenida Paulista desta semana uma exposição fotográfica virtual com 35 imagens antigas do Belvedere do Trianon, até sua demolição, e 30 fotos do MASP desde sua construção aos dias atuais. E um lindo passeio, em computação gráfica, no local do Belvedere no início do século XX. Veja, curta e compartilhe!
    #serieavenidapaulista #spcity #belvederetrianon #masp #janeladahistótia

    • Cara Lourdes, agradecemos o seu contato. Essa coluna foi criada para resgate da memória do patrimônio publico da cidade, em especial da Avenida Paulista. As questões apontadas em seu comentário, independente de sua importância, não são objetivo deste espaço de compartilhamento sobre a memória de São Paulo.

  • Trabalho maravilhoso. Gostei muito de tudo. E também explicou aquilo que estou cansado de dizer: o antigo Belvedere não fora demolido para construir o MASP como muita gente costuma afirmar. O MASP também tem sua grandeza e é lamentável que muitos entre o povo não sabe utilizar e preservar o local que é livre e nosso.
    Vou indicar aos meus alunos.
    Meus parabéns pelo trabalho.

    • Clark, muito obrigada por seu comentário. É muito estimulante quando recebemos retornos como o seu. Ainda mais com o comentário que você vai partilhar com seus alunos. Um orgulho. Realmente, o Belvedere não foi demolido por causa do MASP, ele estava abandonado. Não sei sua área de atuação, se interessar, toda semana apresentamos a história de uma construção da Avenida Paulista do século passado e o que no lugar.

  • Antoni Nathan, olha só que bom uso da tecnologia com a aplicação da arte. Vc já imaginou que Av. Paulista foi assim um dia? Quero mostrar isso na sala de aula. Abs ???

  • Perfeita essa Se’rie Avenida Paulista! Aprendo muito e me da’ boas lembrancas. . Ate’ gosto do Masp, mas o Belvedere era muito mais bonito… as fotos dele sao lindas.Nasci na Rua da Consolacao, Fizemos va’rios passeios no Belvedere com meus pais e irmaos , mas eu era muito pequena . Vendo as fotos tive algumas l lembrancas…Esse vi’deo e’ incri’vel! Adoro!!! <3

    • Magui muito obrigada pelo comentário e por acompanhar a Série Avenida Paulista. Eu ainda não tinha nascido quando o Belvedere foi demolido, mas imagino que deva ter sido muito lindo mesmo.

    • Magui muito obrigada pelo comentário e por acompanhar a Série Avenida Paulista. Eu ainda não tinha nascido quando o Belvedere foi demolido, mas imagino que deva ter sido muito lindo mesmo.

  • Adorei as fotos. Gosto muito de andar na Paulista E agora minha visão sobre ela está baseada nas suas publicações.

    • São legais, dá uma boa ideia do que era o Belvedere e a construção do MASP, né? Fico feliz em contribui com sua visão da Paulista. Eu faço o mesmo.

  • É faz um pouco triste ver essas imagens de um mundo perdido, aqui em São Paulo, como em todo o mundo. Houve esse desenvolvimento em todos os lugares. São Paulo seria uma cidade diferente. Realmente grandes imagens e uma bela exposição

  • Precisa ser muito ignorante para demolir o Belvedere! Naso é que em Sao Paulo faltava espaço para construir o Musei da Bo Bardi….alias ela devia ter evitado a demoliçao de algo insubstituivel e memoria historica da avenida Paulista! Que pena……Brasil é um paiz sem memorias!!!!

Deixe uma resposta