RAPIDINHAS

Cinema de graça e ao ar livre na Casa das Rosas

Casa da Rosas - Lincoln Brier

Como todos sabem, São Paulo é uma cidade que não para e, a todo o momento, novidades aparecem por todos os cantos. Não é diferente dessa vez, em que um vez por semana, em cada quinta-feira do mês de julho, será exibido um clássico do cinema brasileiro ao livre bem no jardim da Casa das Rosas. Uma ótima dica para quem quiser dar um break e relaxar um pouco durante a semana tensa de trabalho ou estudo.

O nome do projeto, “Jardim Paradiso”, foi muito bem pensado pois mescla a temática do próprio lugar – onde serão exibidos os filmes -, com um longa do diretor Giuseppe Tornatore chamado “Cinema Paradiso”, lançado em 1988 e que foi um clássico do cinema onde ganhou vários prêmios, entre eles um Oscar na categoria de melhor filme estrangeiro.

Casa das Rosas Akira PS 500x289 - Cinema de graça e ao ar livre na Casa das Rosas
Fachada Casa das Rosas – Foto: Akira PS

Não é necessário comprar ingresso para assistir aos filmes. Basta chegar, sentar e aproveitar cada sessão, que tem classificação indicativa de 14 anos. As sessões acontecem às 19:30!

Os filmes que serão exibidos você pode conferir abaixo:

02 de julho  – Lisbela e o prisioneiro (2003), de Guel Arraes;

16 de julho – A marvada carne (1985), de André Klotzel;

23 de julho – Abril despedaçado (2001), de Walter Salles;

30 de julho – Macunaíma (1969), de Joaquim Pedro de Andrade;

 

Casa das Rosas Café Portal Jornalismo ESPM 500x289 - Cinema de graça e ao ar livre na Casa das Rosas
Café localizado no Jardim da Casa – Foto: Portal Jornalismo ESPM

A Casa das Rosas fica localizada na Avenida Paulista, 37 – Próximo a estação Brigadeiro do Metrô.
Possui convênio com o estacionamento Parkimetro, na Alameda Santos – 74 (exceto domingos e feriados).

 

Foto de capa: Licoln Brier

Compartilhe!
Alison Lima
the authorAlison Lima
Natural de Guarulhos/SP, 23 anos, formado em engenharia elétrica e atua no setor automotivo. Um admirador de grandes metrópoles e todas as suas peculiaridades. São Paulo é o lugar ideal, onde há o encontro e mistura de tudo e todos, 24 horas por dia, 7 dias da semana. É uma cidade única, feita para qualquer um se apaixonar.

1 comentário

  • Oi, Alison, tive uma certa frustração em relação à Casa das Rosas vendo pela parte externa. Há um tempo atrás disseram que a restauração foi feita com êxito, mas, conforme percebi, falta parte do gradil da parte mais alta da mansarda, a porta externa da cozinha parcialmente corroída e enferrujada e falta parte dos ornamentos nas janelas quadradas do sótão. Já verificou isto?

Deixe uma resposta