CULTURACURIOSIDADES

Estádios Antigos de São Paulo

São Paulo possui diversos Estádios de Futebol, alguns bastante jovens, outros muito antigos, hoje desvendaremos a história de alguns estádios antigos da cidade de São Paulo, em uma viagem no tempo, saberemos quando foram construídos e um pouco da história por trás de cada um.

Estádio Alfredo Schürig

estadio alfredo schurig - Estádios Antigos de São Paulo

Conhecido como Parque São Jorge, foi inaugurado em Julho de 1928, com 2 gols do Corinthians sobre o América do Rio de Janeiro, vistos ao vivo por 2 mil expectadores, presentes no estádio.

Fazendinha é também um dos apelidos do Parque São Jorge, e há duas versões para ele, a primeira de que o apelido vem do fato da cobertura das tribunas oficiais ser feita de madeira e telhas de barro, lembrando uma fazenda, enquanto a outra diz que o local onde está o estádio foi uma fazenda, dos Abdallas, árabes tradicionais na cidade à época.

Ernesto Cassano comprou do Esporte Clube Sírio a área onde o Parque São Jorge foi construído por 28 mil contos de réis, pagos em parcelas que duraram 10 anos, em 1926. O presidente do Corinthians, Alfredo Schürig, que dá nome ao estádio, comandou o time de 1930 a 1933, e com auxílio dos sócios do clube, que já haviam contribuído para a construção, fez diversas melhorias como as arquibancadas e deu seu nome ao estádio.

O Parque São Jorge foi palco de 484 jogos do Corinthians, que venceu 356 vezes e empatou 65, sofrendo apenas 63 derrotas em sua casa. O recorde de público registrado é de 27.384 torcedores, num Corinthians e Santos de 1962, número de torcedores que excede a capacidade do estádio.

Nos anos de 1940, o Parque São Jorge foi a principal casa do Corinthians, em 1963, foi a sede oficial dos jogos Pan-Americanos, e lá vimos a seleção brasileira golear a seleção dos Estados Unidos por 10 a 0 e ganhar a medalha de ouro.

Com o crescente número de torcedores, o Parque São Jorge, que tem capacidade para 20 mil pessoas, passou a ser usado somente como campo de treino, e os jogos oficiais do Corinthians foram transferidos para o Pacaembu. Em 1992 o Parque São Jorge passou por reforma e recebeu alguns jogos do Paulistão.

Com a construção da Arena Corinthians, hoje o Parque São Jorge é utilizado pelas categorias de base e também pelo Corinthians Steamrollers, um time de futebol americano.

Estádio Conde Rodolfo Crespi

1438211156746 - Estádios Antigos de São Paulo
Foto via acervo do Estadão

Ou simplesmente, Estádio Rua Javari, é a casa do Juventus, teve a sua construção iniciada em 1925 e foi inaugurado em novembro de 1929. O Juventus comprou o estádio da família Crespi em 1967, o estádio foi reinaugurado em 1941, dessa vez com arquibancadas e tribunas, e em 2006 e ele passou por reforma nos alojamentos e no gramado. Em 2010 e 2012 novas reformas foram feitas nos alojamentos para jogadores profissionais

O recorde de público é de 14.316 torcedores, num jogo contra o Santos em 1976, mas o estádio tem capacidade oficial de 4.000 pessoas.

O gol mais bonito de Pelé, segundo ele mesmo foi marcado em 2 de agosto de 1959, em um jogo do Campeonato Paulista, no estádio Rua Javari, em cima do Juventus. Como não há nenhuma filmagem deste gol, ele foi totalmente recriado por computação gráfica e está no documentário Pelé Eterno.

Palestra Itália

apos a reforma em 1933 o estadio parque antartica se tornou o estadio palestra italia o mais moderno do pais na epoca 1416342938461 956x500 - Estádios Antigos de São Paulo
Foto via Uol

Também conhecido como Parque Antarctica, pertence ao Palmeiras e tem origem muito antiga. No final do século XIX, ele foi construído pela Companhia Antarctica Paulista, como parte da área de lazer de seus funcionários.

O campeonato paulista teve seu início no Palestra Itália, em um jogo entre Mackenzie College e Germânia, em maio de 1902. O primeiro mandante de jogos no Palestra foi O Germânia, mas em 1916 a Companhia Antarctica Paulista alugou o estádio ao América de São Paulo, e foi este que sublocou ao Palestra Itália, atual Palmeiras. Os dois times revezavam os horários de treinos e partidas oficiais.

Em 1920 o Palestra Itália comprou o estádio e todas as instalações esportivas ao seu redor por 500 contos de réis, aproximadamente R$ 600 mil reais, mais um contrato vitalício de venda de produtos da Companhia Antarctica Paulista no estádio. Em 1922 o Palestra Itália não tinha dinheiro para quitar a compra do estádio e optou por vender uma parte do terreno, onde hoje há um shopping, para as Indústrias Matarazzo, mas preservou o estádio.

Por volta de 1930, as arquibancadas e tribunas foram construídas, o Stadium Palestra Itália era o maior e mais moderno da época, tinha capacidade para receber 30 mil torcedores. Em 1950 além de reforma nas arquibancadas, o gramado foi suspenso e construiu-se vestiários no subsolo.

Em 1970, em parceria com a Citizen, foi inaugurado um placar eletrônico, algo muito moderno para a época. Em 1998, o Palestra ganhou um anel, que liga as arquibancadas com numeradas descobertas e tem formato de ferradura.

Em 2008, o conselho do Palmeiras optou por transformar o Palestra numa Arena multiuso, e hoje temos o Allianz Parque.

Estádio Doutor Oswaldo Teixeira Duarte

54AA535C8EB74B7BAA8E44C47E1DBA8E - Estádios Antigos de São Paulo
Foto via canela.com.br

Ou simplesmente, Estádio Canindé, começou sua história com o Deutsch Sportive, um time de imigrantes alemães da década de 1940, mas, como o Brasil entrou na Segunda Guerra Mundial, declarando-se contrário aos países do Eixo, dentre eles, a Alemanha, com medo de ter o seu estádio confiscado, o Deutsch o vendeu para o São Paulo Futebol Clube em janeiro de 1944.

Dentre as condições de venda, uma das mais importantes foi que o Deutsch, que neste momento havia se abrasileirado para fugir de perseguições provindas da Guerra e passava a se chamar Guarani, pudesse continuar treinando no estádio e também receber seus sócios.

Em 1955, Wadih Sadi, um dos sócios do São Paulo comprou o imóvel do clube, e o vendeu para a Associação Portuguesa de Desportos em 1956, e algumas reformas foram iniciadas para que partidas oficiais pudessem acontecer no Canindé, como a instalação de alambrados e arquibancadas, que ainda eram de madeira, e renderam ao estádio o carinhoso apelido de Ilha da Madeira. E assim, o jogo inaugural aconteceu em novembro de 1956, com vitória do time da casa.

Em janeiro de 1972 o então Estádio Independência foi oficialmente inaugurado, agora já com arquibancadas de concreto e capacidade para receber 10 mil torcedores. Em 1979, o Estádio recebeu o nome de Doutor Oswaldo Teixeira Duarte, em homenagem a um presidente do clube, e sua capacidade foi aumentada para 28.500.

Estádio Cícero Pompeu de Toledo

1960 10 02 inauguracao crop galeria - Estádios Antigos de São Paulo
Foto via saopaulofc.net

O Morumbi, como é popularmente conhecido, começou a ser construído em 1952, e teve sua inauguração parcial em outubro de 1960 com vitória do time da casa, mas ainda faltava muito a se fazer para que o estádio ficasse completamente pronto.

A inauguração completa do Morumbi aconteceu 10 anos depois, em janeiro de 1970, em um empate contra o Porto de Portugal, diz-se que para 107.069 expectadores, sendo 59.924 pagantes, entre os presentes estavam o Governador do Estado e o Presidente da República da época.

Nesta época, o Morumbi era conhecido como o maior estádio particular do mundo com capacidade para 120 mil pessoas, que por medidas de segurança, foi baixada para 85 mil pessoas. Entre 1994 e 1996 foram executadas reformas em sua estrutura, com a colocação de amortecedores de impacto, para corrigir as falhas, e também assentos em parte das arquibancadas, o que fez o estádio perder mais 10 mil lugares.

Cícero Pompeu de Toledo, que dá nome ao estádio, foi jogador, dirigente e presidente do clube. Dentre as vitórias do São Paulo em casa, podemos destacar a sua primeira conquista da Taça Libertadores da América, em 1992.

Estádio Municipal Paulo Machado de Carvalho

07 - Estádios Antigos de São Paulo
Foto via cacellain.com.br

Conhecido como Pacaembu, pertence a Prefeitura de São Paulo, e pode ser alugado por todos os times, mediante a pagamento de aluguel.

Inaugurado em abril de 1940 com a ilustre presença de Getúlio Vargas, o presidente do Brasil na época, foi considerado o mais moderno e o maior estádio, com capacidade para receber 70 mil torcedores.

No dia seguinte a sua inauguração, dois jogos foram realizados, Palestra Itália x Coritiba, seguido por Corinthians x Atlético Mineiro, com duas vitórias dos times paulistas. O nome do estádio, Paulo Machado de Carvalho, é uma homenagem ao Marechal da Vitória, chefe da delegação brasileira nas copas de 1958 e 1962.

Uma partida entre São Paulo e Corinthians, de 1942 marca o recorde de público do Pacaembu, com 72.018 presentes. Em 1969, foi construído o Tobogã, uma arquibancada com capacidade para receber 10 mil pessoas.

Várias conquistas foram celebradas no Pacaembu, como o Paulista de 1954, do Corinthians, a final do Brasileiro de 1994, Finais da Libertadores da América de 2012, uma das mais recentes conquistas é a série B do Brasileirão, ganha pelo Palmeiras em 2013.

O Pacaembu foi tombado pelo CONDEPHAAT – Conselho de Defesa do Patrimônio Histórico, Arqueológico, Artístico e Turístico – em 1998, por ter o estilo Art Déco, característico de sua época de construção.

 

Confira mais curiosidades paulistanas aqui.

Compartilhe!
Redação SP City
Um projeto que tem a cara de São Paulo :)

7 Comentários

Deixe uma resposta