CURIOSIDADESDICASSP ANTIGO & MODERNO

Série Avenida Paulista: do Palacete Dumont Villares ao Edifício The Central Park

Paulista 2.200: da residência de Gabriela Dumont Villares ao Edifício The Central Park

Com projeto do escritório de Ramos de Azevedo, em 1921, foi erguido na Avenida Paulista o imponente casarão que foi a residência de Gabriela Dumont Villares, irmã do aviador e inventor Alberto Santos Dumont.

Segundo registros históricos, nos anos 1920, o aviador costumava se hospedar na casa de Gabriela Dumont Villares, em suas vindas à São Paulo. Naquela época, ele dividia-se entre a capital paulista, Rio, Petrópolis e Paris.

paulista casarao 2 - Série Avenida Paulista: do Palacete Dumont Villares ao Edifício The Central Park
Foto de 1921 da casa de Gabriela Dumont Villares, na Avenida Paulista, entre a Rua Minas Gerais e a Rua Augusta, projeto do escritório Ramos de Azevedo.

A família Dumont era composta por 8 filhos: 3 homens e 5 mulheres. As irmãs mais velhas de Santos Dumont, que chamavam Maria Rosalina, Virgínia e Gabriela, casaram-se por coincidência, com três irmãos, respectivamente chamados Eduardo Villares, Guilherme Villares e Carlos Villares, todos eles vieram de cidades mineiras. Portanto, Gabriela Dumont Villares era casada com Carlos Alberto de Andrade Dumont Villares.

sd 04pc - Série Avenida Paulista: do Palacete Dumont Villares ao Edifício The Central Park
Na foto, a partir da esquerda, vemos Maria Rosalina, Virgínia, Gabriela, Santos Dumont, Francisca, Amália (cunhada), e seu marido Henrique, um dos irmãos.

O pai de Santos Dumont, o Sr Henrique Dumont, ficou conhecido como o “O Rei do Café”, pois sua fazenda tornou-se a mais moderna da América do Sul, com 5 milhões de pés de café, 96 quilômetros de ferrovias e sete locomotivas. A Dumont Coffee Company exportava café para vários países europeus e tinha seus títulos negociados externamente.

foto8 1 - Série Avenida Paulista: do Palacete Dumont Villares ao Edifício The Central Park
Título da Dumont Cofee Company comercializado na Bolsa de Londres

Carlos, marido de Gabriela, construiu ferrovias no interior do Brasil. O casal teve um filho chamado Luiz Dumont Villares, que se tornaria o dono das Indústria Villares, fabricante dos elevadores Atlas. Todos nós entramos neles frequentemente.  Hoje em dia, a empresa é conhecida como Villares Metals.

Uma curiosidade: todos os casarões da Avenida Paulista são nomeados pelo nome dos barões/ empresários, pelo “chefe” da família, ou seja, por nomes masculinos, somente esta mansão é identificada por uma mulher. Não consegui saber o motivo. Alguém saberia?

No mesmo lugar, atualmente, localizado no número 2200 da Avenida Paulista, encontra-se o Edifício The Central Park, de 25 andares, que foi construído em 1970.

32 big 1 - Série Avenida Paulista: do Palacete Dumont Villares ao Edifício The Central Park
Edifício The Central Park na Avenida Paulista, 2200.

O prédio poderia, facilmente, se chamar “Casa do Rádio”, pois o local abriga muitas emissoras de rádio, entre AMs e FMs, de variados estilos e públicos, como a Tupi, especializada em música sertaneja, e a Metropolitana, direcionado ao estilo pop.

Lá estão mais de 10 emissoras de rádio e algumas de TV. Estão em seus andares a Rádio Alpha FM, 89 A Rádio Rock, Top FM, Kiss FM, Feliz FM, Terra FM, Adore FM, Rádio Apolo FM, Rádio Mundial, Rádio Iguatemi Prime e as duas já citadas acima.

dsc07960 - Série Avenida Paulista: do Palacete Dumont Villares ao Edifício The Central Park

O motivo para tantas emissoras de rádios estarem em um mesmo endereço é a geografia da Avenida Paulista: um dos pontos mais alto da capital. O mais curioso é que, além das antenas dessas rádios, existem muitas outras concentradas no topo do edifício: são emissoras de rádio e TV que desejam expandir o alcance de suas transmissões. Segundo uma funcionária do condomínio, existem muito mais que 20 antenas no teto do prédio.

Além dessa curiosidade em relação às empresas que estão no número 2.200 da Avenida Paulista, existe ainda a Faculdade Mundial, que iniciou suas atividades em janeiro de 2009 oferecendo o curso de Comunicação Social. A Fundação Mundial mantém a faculdade e a Rede Mundial de Comunicação, que controla mais de vinte emissoras de rádio AM e FM (Kiss / Terra / Tupi / Mundial / Iguatemi e duas emissoras de TV.  Interessante não é mesmo?

58833790 - Série Avenida Paulista: do Palacete Dumont Villares ao Edifício The Central Park
Edifício The Central Park na Avenida Paulista, 2200. Foto: Lailtonleal

Esta foi a apresentação da segunda mansão da Avenida Paulista. Acompanhe nos próximos dias mais uma história de outro casarão e o edifício que o sucedeu na Série Avenida Paulista: palacetes e arranha-céus. E fiquem com um retrato de Santos Dumont – o pai da aviação, publicado na Revista A Cigarra.

santos dumont2 500x558 - Série Avenida Paulista: do Palacete Dumont Villares ao Edifício The Central Park

Conheça mais sobre a Série Avenida Paulista aqui.

Compartilhe!
Luciana Cotrim
the authorLuciana Cotrim
Paulistana até a alma, nasceu no Hospital Matarazzo, no coração de São Paulo. Passou parte da vida entre as festas da igreja Nossa Senhora Achiropita, os desfiles da Escola de Samba Vai-Vai e as baladas da 13 de maio no bairro da Bela Vista, para os mais íntimos, o Bixiga. Estudou no Sumaré, trabalhou na Berrini e hoje mora em Moema. Gosta de explorar a história e atualidades de São Paulo e escreveu um livro chamado “Ponte Estaiada – construção de sentidos para São Paulo” resultado de seu mestrado em Comunicação e Semiótica na PUC. É consultora em planejamento de comunicação e professora de pós-graduação no Senac.

6 Comentários

  • Agradável leitura, divertida, relembra de forma curiosa as origens e exuberância de uma época e dos casarões que não existem mais.

  • Nessa série Série Avenida Paulista: do Palacete Dumont Com projeto do escritório de Ramos de Azevedo, em 1921, foi erguido na Avenida Paulista o imponente casarão que foi a residência de Gabriela Dumont Villares, irmã do aviador e inventor Alberto Santos Dumont.
    todos os casarões da Avenida Paulista são nomeados pelo nome dos barões/ empresários, pelo “chefe” da família, ou seja, por nomes masculinos, somente esta mansão é identificada por uma mulher. Não consegui saber o motivo. Alguém saberia?
    Pergunta o motivo da residência ser conhecida pelo de uma mulher, o motivo é obvio: ser irmã do pai da aviação Alberto Santos Dumont.
    Eu sei colorir fotos preto e branca, e tambem faço montagem de fotos, eu poderia fazer uma foto de qualquer pessoa em qualquer lugar, ou com celebridades, custa apenas 20 reais, eu apago pessoas e objetos de fotos,
    interessados nos meus serviços entrem em contato pelo email: [email protected]

  • Nessa série Série Avenida Paulista: do Palacete Dumont Com projeto do escritório de Ramos de Azevedo, em 1921, foi erguido na Avenida Paulista o imponente casarão que foi a residência de Gabriela Dumont Villares, irmã do aviador e inventor Alberto Santos Dumont.
    todos os casarões da Avenida Paulista são nomeados pelo nome dos barões/ empresários, pelo “chefe” da família, ou seja, por nomes masculinos, somente esta mansão é identificada por uma mulher. Não consegui saber o motivo. Alguém saberia?
    Pergunta o motivo da residência ser conhecida pelo de uma mulher, o motivo é obvio: ser irmã do pai da aviação Alberto Santos Dumont.
    Eu sei colorir fotos preto e branca, e tambem faço montagem de fotos, eu poderia fazer uma foto de qualquer pessoa em qualquer lugar, ou com celebridades, custa apenas 20 reais, eu apago pessoas e objetos de fotos,
    interessados nos meus serviços entre em contato pelo email: [email protected]

Deixe uma resposta