RAPIDINHAS

Teatro construído com contêineres será inaugurado em SP

Novo espaço cultural localizado no bairro da Luz é formado por 11 contêineres. Local com 1 mil m² conta com uma ampla área externa com playground, criado com cerca de cem tambores de aço, e uma horta hidropônica cuidada pelos moradores da região.

Espetáculos de teatro e dança, shows, exposições, contação de histórias, intervenções e cinema farão parte da programação.

As enormes caixas metálicas coloridas instaladas em uma antiga praça abandonada no bairro da Luz, centro da cidade de São Paulo, chamam a atenção de moradores e pedestres. A intervenção artística e arquitetônica, obra da Cia Mungunzá de Teatro, já tem nome: TEATRO DE CONTÊINER MUNGUZÁ e abre suas portas ao público no dia 11 de março (abertura para convidados dia 10 de março) com a apresentação do premiado espetáculo Luis Antonio – Gabriela, que cumpre temporada de sexta a segunda-feira até 17 de abril.

teatro - Teatro construído com contêineres será inaugurado em SP

Levantado em praticamente dois meses o TEATRO DE CONTÊINER MUNGUZÁ é formado por 11 contêineres marítimos. No espaço cênico, que pode ser utilizado como arena, semi-arena ou palco italiano, dois deles quebram o escuro das caixas com paredes de vidro que possibilitam que atores e plateia possam ver e ser vistos por quem passa pela rua. Lanchonete, escritório, banheiros, camarim e área técnica completam a estrutura, que ocupa 40% do terreno. Na lateral superior da edificação, a pintura branca vai servir como tela de cinema para projeções ao ar livre.

Já do lado externo, todo gramado, um domo geodésico será palco para pequenos shows e contação de histórias. A ideia é que o local se torne uma área de convivência com playground e mobiliário feito com tambores de aço reutilizados, desenvolvido pelo grupo espanhol Basurama e pelo coletivo Assalto Cultural. A área externa conta também com uma horta hidropônica que será mantida por moradores da região.

Precedente para novos polos culturais

A utilização do terreno, que servia como estacionamento da Guarda Civil Metropolitana, foi firmada em um “termo de cooperação” com a Prefeitura Municipal de São Paulo, onde a Cia Mungunzá será responsável por zelar pelo local durante três anos. Até o momento, já foi investido cerca de R$ 300 mil, em serviços como limpeza do terreno, terraplenagem, instalação elétrica e a compra dos contêineres, vindos de um caixa próprio do grupo, que ano que vem completa 10 anos.

teatro de conteiner6 - Teatro construído com contêineres será inaugurado em SP

Para Marcos Felipe, um dos integrantes da Cia Munguzá, a ideia é criar uma nova dinâmica para os grupos culturais de São Paulo. “Acredito que abrimos um precedente para a instalação de novos polos culturais”, afirma ele. Já Lucas Beda, outro integrante do grupo, acha que o diálogo com os moradores do entorno e com a própria sociedade é o caminho para repensar a cidade. “Queremos que o TEATRO DE CONTÊINER MUNGUZÁ se transforme em um local de encontro, onde a população ocupe o espaço sem, necessariamente, ter a obrigação de assistir algo”, explica o ator.

O projeto do espaço foi realizado pela própria Cia Mungunzá de Teatro. O objetivo era fazer uma intervenção arquitetônica e artística sem agredir a cidade. “Optamos pelos contêineres pela concepção sustentável com a possível retirada dos módulos e mudança para outro local”, conta Marcos Felipe.

Programação

Até 17 de abril o espaço sediará apresentações, de sexta a segunda-feira, do espetáculo Luis Antonio – Gabriela. “É o tempo que precisamos para ver efetivamente como funciona o local e assim pensarmos em uma programação dinâmica”, explica Lucas. O TEATRO DE CONTÊINER MUNGUZÁ já vem recebendo alguns eventos que servem como testes para a futura programação.

 

TEATRO DE CONTÊINER MUNGUZÁ
Rua dos Gusmões, 43 – Luz (próximo à estação Luz do metrô).
Acesso para deficientes físicos.
Capacidade do Teatro – 99 lugares.
Bilheteria – Abre uma hora antes do início das apresentações (aceita dinheiro e cartões débito/ crédito Visa e MasterCard).
www.ciamungunza.com.br

Compartilhe!
Miguel Garcia
the authorMiguel Garcia
Miguel Garcia é idealizador e coordenador de conteúdo do projeto. Publicitário, viajante, adora provar todos os tipos de comida, vinhos e cervejas e tem uma vontade imensa de fazer todos se orgulharem cada vez mais de viver em SP.

52 Comentários

Deixe uma resposta