Art Decó, a riqueza de detalhes em um edifício histórico no centro de São Paulo

Art Decó, a riqueza de detalhes em um edifício histórico no centro de São Paulo

O centro de São Paulo tem prédios que marcam a história da cidade, exemplares belíssimos de tempos passados, eles seguem encantando todos que dedicam um momento de atenção às suas linhas. Mas esse edifício tem algo ainda mais especial.

diario de pernambuco - Art Decó, a riqueza de detalhes em um edifício histórico no centro de São Paulo

Conhecer os prédios do centro velho da cidade de São Paulo é uma forma de compreender mais sobre a história da cidade, como somos hoje, como a cidade e seus moradores de desenvolveram, parte muito importante da construção da cidade pode ser vista em seus edifícios históricos, marcantes e muito bonitos. (você também pode conhecer mais alguns aqui, aqui, aqui e aqui)

pbase - Art Decó, a riqueza de detalhes em um edifício histórico no centro de São Paulo

Nossa atenção hoje se volta ao edifício do Banco de São Paulo, construído entre 1935 e 1938, seu projeto é de autoria do arquiteto Álvaro de Arruda Botelho, em estilo Art Decó, que estava em alta na época. Um marco do estilo nos anos 1920 foi a Exposição Internacional de Artes Decorativas e Industriais Modernas, realizada em 1925, em Paris. É fácil notar formas geométricas, linhas retas, círculos, design abstrato e estilizadas.

governo sp - Art Decó, a riqueza de detalhes em um edifício histórico no centro de São Paulo

O edifício foi construído para a família Almeida Prado, no final do século XIX, para ser a sede do Banco de São Paulo. A história conta que a origem do Banco de São Paulo data de 1889, quando o Visconde de Ouro Preto e o Imperador Dom Pedro II, assinaram a autorização para o funcionamento do primeiro banco de São Paulo, que teve capital inicial de 10 mil contos de réis. O banco funcionou passando de pai para filho e viveu uma época gloriosa quando comandado por Vicente de Paula de Almeida Prado, que em dez anos viu capital ir de 15 para 50 mil contos de réis.

arquigrafia - Art Decó, a riqueza de detalhes em um edifício histórico no centro de São Paulo

Antigo Banco de São Paulo em arquitetura Art Deco. Interior.

Além de superintendente do Banco de São Paulo, Vicente de Paula de Almeida Prado, foi também presidente do Banco do Brasil em 1931, durante o governo Vargas. Após a morte de Vicente, seus filhos José Adhemar de Almeida Prado e Nelson de Almeida Prado trabalharam no banco como superintendente e diretor, respectivamente. Nenhum dos dois tiveram filhos, encerrando assim a sucessão familiar. José e Nelson se mantiveram à frente do banco, e adotaram uma postura bastante conservadora, que não se adaptou a modernização do sistema bancário brasileiro da época, assim, em 1973 o Banco de São Paulo foi comprado pelo Banespa por 200 milhões de cruzados, e o edifício passou a ser um prédio público.

patrimonio historico 2 - Art Decó, a riqueza de detalhes em um edifício histórico no centro de São Paulo

Em 1992 a prefeitura de São Paulo realizou o tombamento do prédio, e em 2003, foi a vez do estado, através do CONDEPHAAT, conselho de defesa do patrimônio histórico, arquitetônico, arqueológico, artístico e turístico, tombar o edifício. Atualmente, a Secretaria de Esporte, Lazer Juventude funciona no prédio e tem um tímido programa de visitas, recentemente inaugurado, durante muitos anos, o prédio ficou fechado ao público, mas agora isso mudou.

patrimonio historico - Art Decó, a riqueza de detalhes em um edifício histórico no centro de São Paulo

Visitar o prédio do Banco de São Paulo é se apropriar de um espaço público que além de belo, tem muita história para contar!

awebic - Art Decó, a riqueza de detalhes em um edifício histórico no centro de São Paulo

São dois blocos interligados, um com 12 e outro com 16 pavimentos, incluindo o térreo, tudo é muito luxuoso, como pede o estilo de sua arquitetura. Em sua construção foram usados muito mármore, granito, ferro, bronze, madeira Cabreúva e Ipê e muitos outros materiais nobres. As portas dos cofres foram produzidas pela Panzer, uma empresa alemã que também fabricou os tanques da segunda guerra mundial. Visitar o prédio é compreender como era entrar em um banco em 1930.

selj secretaria - Art Decó, a riqueza de detalhes em um edifício histórico no centro de São Paulo

A porta de entrada foi a primeira porta giratória da cidade de São Paulo, há um grande relógio, mesas e balcões, dê atenção ao piso que é muito bonito, composto por partilhas. A maior atração é sem dúvidas o cofre, que fica no subsolo, novamente, olhe o piso, que tem mosaicos de tirar o folego. O salão nobre já foi cenário de reuniões entre a família Almeida Prado e muitas figuras importantes, como Getúlio Vargas.

refugios urbanos - Art Decó, a riqueza de detalhes em um edifício histórico no centro de São Paulo

Do mezanino a vista panorâmica do hall é um verdadeiro privilégio, vemos os suntuosos detalhes em mármore e também as paredes e mobília que foram feitas com extremo cuidado e atenção a cada detalhe pelo Liceu de Artes e Ofícios

revista infra - Art Decó, a riqueza de detalhes em um edifício histórico no centro de São Paulo

Visite o edifício do Banco de São Paulo, conheça, compreenda e ajude a preservar o patrimônio e a história da cidade de São Paulo, os espaços públicos são de todos nós!

Serviço:
Endereço: Praça Antônio Prado, 9
Telefone: 11 3104-8992

Horários:
Antiga agência, elevadores, salão nobre, terraço – Quintas feiras das 08h00 às 10h00.
Exposição de móveis, quadros e itens históricos: Segundas e quartas-feiras das 08h00 às 11h00

Foto de destaque: Vinicyus Vieira / Awebic

  Acompanhe também as nossas redes sociais instagram e facebook
yH5BAEAAAAALAAAAAABAAEAAAIBRAA7 - Art Decó, a riqueza de detalhes em um edifício histórico no centro de São Paulo
Um projeto que tem a cara de São Paulo 🙂

Leave a Reply

*