“Click a Pé” Leva fotógrafos ao telhado da Catedral da Sé

“Click a Pé” Leva fotógrafos ao telhado da Catedral da Sé

Na 21ª edição, público do passeio fotográfico tem a chance de registrar a vista para o marco zero de São Paulo, além dos interiores da mais importante igreja da cidade, incluindo a Cripta.

yH5BAEAAAAALAAAAAABAAEAAAIBRAA7 - “Click a Pé” Leva fotógrafos ao telhado da Catedral da Sé

Foto: Mariana Orsi

No próximo dia 30 de julho, o “Click a Pé” chega à 21ª edição, levando fotógrafos (profissionais e amadores, com qualquer tipo de câmera) para clicar a Catedral da Sé. Será a segunda vez do projeto na Praça da Sé, mas este passeio fotográfico é dedicado exclusivamente ao registro da mais importante igreja de São Paulo, suas fachadas e dependências. O evento é gratuito e os interessados em participar devem, obrigatoriamente, fazer a inscrição em www.clickape.com.br, a partir do meio dia do dia 25. As vagas são limitadas a 500 pessoas.

yH5BAEAAAAALAAAAAABAAEAAAIBRAA7 - “Click a Pé” Leva fotógrafos ao telhado da Catedral da Sé

Foto: Mariana Orsi

Durante cinco horas, o público poderá explorar todos os detalhes do templo, como suas colunas, vitrais, mosaicos, esculturas sacras e mobiliário, além do órgão italiano (o maior da América Latina, com cinco teclados manuais e cerca de 12 mil tubos com relevos entalhados a mão), e também a Cripta, abaixo do altar-mor, onde estão sepultados em 30 câmaras bispos e arcebispos falecidos a partir de 1748

yH5BAEAAAAALAAAAAABAAEAAAIBRAA7 - “Click a Pé” Leva fotógrafos ao telhado da Catedral da Sé

Foto: Mariana Orsi

O evento acontece das 12h às 17h, período em que o uso de tripé no interior da catedral estará liberado. Mais um diferencial desta edição: 50 pessoas ganharão, por meio de sorteio, a oportunidade de acessar o telhado da construção e explorar com suas lentes a vista para o marco zero da cidade e entorno da praça. Os outros inscritos concorrem a uma mochila da marca Case Logic. Também haverá o #TrocaOlhar, que promove o câmbio de fotos dos participantes impressas no formato 20×30, e ainda arrecadação de alimentos não perecíveis para o Grupo Noel (www.gruponoel.org.br).

yH5BAEAAAAALAAAAAABAAEAAAIBRAA7 - “Click a Pé” Leva fotógrafos ao telhado da Catedral da Sé

Foto: Mariana Orsi

Para a idealizadora do projeto, a fotógrafa e arquiteta Mariana Orsi, são várias as vantagens de se fotografar em grupo. “Uma delas é a possibilidade de trocar de experiências com outros participantes das saídas coletivas, seja no dia do passeio ou na observação dos cliques postados depois nas nossas redes sociais”, aponta a fotógrafa. Ela ressalta que as expedições organizadas pelo “Click a Pé” sempre têm autorização prévia da administração dos destinos a serem visitados. “Assim, o frequentador tem tranquilidade e tempo de sobra para percorrer o local e contar histórias mais elaboradas por meio da fotografia”, completa.

yH5BAEAAAAALAAAAAABAAEAAAIBRAA7 - “Click a Pé” Leva fotógrafos ao telhado da Catedral da Sé

Foto: Mariana Orsi

Antes da igreja atual, outras duas edificações ocuparam o lugar. Situada onde hoje está o Monumento a Anchieta, a primeira teve sua construção iniciada e concluída, respectivamente, em 1589 e 1616. Em 1745, quando a cidade se tornou sede de diocese, o antigo prédio foi demolido e substituído por um novo, em estilo barroco. De 1764 a 1911, esta igreja foi a Catedral de São Paulo. Projeto do alemão radicado no Brasil Maximilian Emi Hehl, a versão definitiva começou a ser erguida em 1913, mas as guerras mundiais acabaram atrasando a importação de matérias primas da Europa e, consequentemente, o término das obras.

yH5BAEAAAAALAAAAAABAAEAAAIBRAA7 - “Click a Pé” Leva fotógrafos ao telhado da Catedral da Sé

Foto: Mariana Orsi

A inauguração da Catedral da Sé ocorreu somente em 1954, com as torres ainda inacabadas (o que só aconteceu em 1967), mas a tempo para a celebração do quarto centenário da capital. Foram utilizadas cerca de 800 toneladas de mármores raros. Após um longo período de deterioração, foi realizada entre 2000 e 2002 uma restauração fiel ao projeto original, incluindo reparo nos vitrais, revitalização dos sinos (são mais de 60 no carrilhão da torre direita), resolução de problemas que ameaçavam a estrutura, além de lavagem e pintura do prédio. Na restauração, a construção ganhou ainda acabamentos novos de arquitetura e 14 torres previstas nas plantas de 1912. É um dos cinco maiores templos neogóticos do mundo, com capacidade para oito mil pessoas, 111 metros de comprimento e 46 metros de largura. Cada torre tem 92 metros de altura e a cúpula, 65.

Serviço:
Quando: 30 de julho de 2017
Horário: das 12h às 17h
Ponto de encontro: Escadaria da Catedral da Sé
Quanto: Gratuito
Classificação indicativa: Livre
Inscrição obrigatória: www.clickape.com.br
Disponibilidade: 500 vagas

yH5BAEAAAAALAAAAAABAAEAAAIBRAA7 - “Click a Pé” Leva fotógrafos ao telhado da Catedral da Sé
Miguel Garcia é idealizador e coordenador de conteúdo do projeto. Publicitário, viajante, adora provar todos os tipos de comida, vinhos e cervejas e tem uma vontade imensa de fazer todos se orgulharem cada vez mais de viver em SP.
  Acompanhe também as nossas redes sociais instagram e facebook

Leave a Reply

*