Conheça o Parque da Independência

Conheça o Parque da Independência

O Parque da Independência fica no bairro do Ipiranga, na zona sudeste da capital, tendo uma área de aproximadamente 161.300 metros quadrados e recebe muitos visitantes aos domingos. É administrado pela Prefeitura de São Paulo, por meio da Secretaria Municipal do Verde e do Meio Ambiente.O Parque possui uma praça para eventos, estacionamentos, pista de Cooper, aparelhos de ginástica, playground, área de estar, sanitários, chafariz com fonte e cascata, Casa do Grito e monumento a Independência e Cripta Imperial. O Museu do Ipiranga ( atualmente fechado para reforma) e o Museu de Zoologia, são administrados pela Universidade de São Paulo. Não há lanchonetes no parque. Água, refrigerantes e “petiscos” podem ser comprados de ambulantes que ficam nas principais entradas do local.

yH5BAEAAAAALAAAAAABAAEAAAIBRAA7 - Conheça o Parque da Independência

Um pouco de História

Tombado pelo CONDEPHAAT, CONPRESP E IPHAN, o parque é um marco histórico nacional. Na Colina do Ipiranga, junto ao Riacho do Ipiranga, D. Pedro I declarou o país independente de Portugal em 1822.

yH5BAEAAAAALAAAAAABAAEAAAIBRAA7 - Conheça o Parque da Independência

Museu do Ipiranga (fechado até 2022) – Foto: Miguel Garcia

Cripta Imperial, também denominada “Capela”, foi construída em 1952, no espaço sob o monumento, para abrigar os restos mortais de D. Pedro I. Em 1954, como parte das comemorações do 4o. Centenário, os restos mortais de Dona Leopoldina, esposa de D. Pedro I, foram transferidos do Rio de Janeiro para o local. Para as comemorações do Sesquicentenário (150 anos) da Independência em 1972, o governo do Brasil trouxe os restos mortais de D. Pedro I que estavam em Lisboa (Portugal). Em 1982, chegaram ao local os despojos de Dona Amélia, segunda esposa do Imperador.Um jardim projetado em estilo francês une o museu e o monumento aos outros edifícios existentes no local, que abrigam um viveiro de plantas e um Museu de Zoologia.

yH5BAEAAAAALAAAAAABAAEAAAIBRAA7 - Conheça o Parque da Independência

Foto do site plantasfloresejardibs.uol.com.br

Fauna

Há registros de borboletas como a borboleta-pavão (Junonia evarete), assim chamada pelos “olhos” violetas nas suas asas, e mais 28 tipos de aves. É comum perceber a festividade dos bandos de periquito-rico, periquitão-maracanã, papagaio-verdadeiro e maracanã-nobre, sendo os dois últimos ameaçados de extinção no Estado de São Paulo. É possível observar, nos gramados, bandos enormes de chopim, e em meio a esses bandos surgem o amarelado canário-da-terra-verdadeiro e o tricolor galo-da-campina. Como representantes dos mamíferos podem ser observadas duas espécies de saguis, introduzidos indevidamente.

yH5BAEAAAAALAAAAAABAAEAAAIBRAA7 - Conheça o Parque da Independência

Foto do site belgianclub.com.br

Flora

Os jardins franceses localizados à frente do Museu Paulista são caracterizados por topiárias de buxo, figueira-lacerdinha e azaléia, canteiros de rosas, palmeiras e ciprestes. No bosque ao fundo do Museu encontram-se espécies nativas como pau-ferro, sapucaia, cedro-rosa, araribá, fiqueira-mata-pau, pinheiro-do-paraná, embiruçu, jatobá, canela, canela-branca e marinheiro. Também ocorrem bosques heterogêneos que acompanham os caminhos laterais do parque com eucalipto, jacarandá-mimoso, sibipiruna, falsa-seringueira, paineira, palmeiras, araribá e jaqueira.

O Parque é super bonito, repleto de história e lindas paisagens para serem apreciadas e que forma belos cenários para fotos. Vale a pena fazer o passeio com a família.

Parque da Independência
Avenida Nazareth, s/n – Ipiranga
Prefeitura Regional do Ipiranga
Área: 161.300m²
Funcionamento: 5h às 20h
Telefone: (11) 2273-7250

Foto de destaque: Miguel Garcia

yH5BAEAAAAALAAAAAABAAEAAAIBRAA7 - Conheça o Parque da Independência
Natural do Estado do Rio de Janeiro, formada em Direito, que ama viajar, conhecer novos lugares e pessoas. Apaixonada por filmes e séries, com uma grande admiração pelo universo geek. Adora animais e principalmente os felinos. Conheceu São Paulo há 10 anos atrás e gostou muito daqui. Hoje mora no ABCD paulista em Diadema. É Paulista de coração e visita a capital paulistana com frequência, pois ama a terra da garoa.
  Acompanhe também as nossas redes sociais instagram e facebook

Leave a Reply

*